Seu ZUMBIDO pode ter uma origem neurológica! 

Por 22 de outubro de 2018Noticias, Saúde & Beleza

Você sabia que 280 milhões de pessoas no mundo sofrem com zumbido no ouvido, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS)? Desse total, muita gente convive também com tontura. Dos meus vídeos sobre essa temática, surgiram muitas dúvidas dos internautas sobre as causas neurológicas do Zumbido. Fazendo um parêntese, se você tem zumbido o primeiro médico para consultar é o Otorrino, que vai analisar e indicar um neurologista, se o problema estiver associado com questões neurológicas.

Alguns tipos de dor de cabeça relacionadas com Zumbidos podem ser preocupantes? Podem sim. Dores de cabeças graves podem levar também a um zumbido, com acontece no aumento da pressão do cérebro (hipertensão craniana) ou em tumores, por exemplo. Outro causa são doenças psiquiátricas como a depressão, estresse e a ansiedade. Muitas vezes com o tratamento do colega psiquiatra, o zumbido do paciente vai embora. Crises de tontura (“labirintite”) e zumbido podem significar Doença de Menière, um tipo de tontura de difícil reconhecimento pelo médico geral. Vale ressaltar outros sinais de alertas e preocupantes como o zumbido em forma de pulsação, como se fosse um coração no ouvido, que pode significar problemas vasculares do cérebro: má formação arteriovenosas, aneurismas, entupimento dos vasos do pescoço, etc. Outra fator curioso é o tremor palatal, onde a musculatura do palato ( fundo da garganta) fica contraindo e o pessoa sente o zumbido. Infelizmente, para o ZUMBIDO a resposta a remédios é bem ruim, acaba despontando como um dos sintomas mais desafiantes da medicina.

Neste vídeo, explico como enganar o cérebro para dar mais conforto e qualidade de vida de quem sofre desse incômodo que é o zumbido. Acesse agora: https://www.youtube.com/watch?v=1Nj1i7Wv_dM Procure um especialista.

Deixe um comentário